10 de janeiro de 2009

Que a chuva caia (Palestina)

As "poesias palestinas de combate" representam o grito de um povo quedécadas luta, resiste e persiste contra a ocupação criminosa de seu território; o extermínio de sua gente; o ultraje de suas tradições e crenças. Um povo feito de refugiados e apátridas; expulsos de suas casas; banidos de seu horizonte; arrancados de suas raízes. Povo que sobrevive como que enclausurado num gueto, sufocado atrás de muros, afogados em poças de sangue. Sua historia é reescrita com mentiras que dilaceram seu passado; seu presente é assassinado com mísseis despejados sobre crianças. Por este povo e por todas as suas lutas, publico a poesia abaixo de autoria da poetisa palestina Farid Suwwan:

A Peste

Quando a peste se alastrou pela minha cidade

Saí

Com o peito descoberto

Gritando ao vento a tristeza implacável.

Sopra, ó vento

E traz-nos as nuvens

Faz com que a chuva caia

Para que purifique o ar de minha cidade

Para que lave as casas, as montanhas e as árvores

Sopra, ó vento

E conduz as nuvens até nós

Que a chuva caía

Que a chuva caía

Poesia retirada do livro: Poesia Palestina de Combate. Rio de Janeiro: Editora Achiamé, S/d

8 comentários:

Dri disse...

Minha cabeça e meu coração simplesmente não conseguem achar justificativa pra a gerra, qualquer que seja. Ela só prova o nosso lado de maior bárbarie e selvageria. Lamentável que nós, pessoas, sejamos tão auto destritivos.

Sonia Schmorantz disse...

Talvez a nova semana tenha dificuldades, ainda assim haverá alegrias...
Talvez a nova semana tenha preocupações, ainda assim haverá soluções...
Talvez a nova semana traga alguns atritos, ainda assim trará o desafio do aprendizado do convívio...
Talvez não seja exatamente como a queremos, mas podemos nos surpreender e alegrar com o que nos trará.
Tomemos a nova semana com disposição de vivê-la do melhor jeito, de abraçar a parte feliz e de aprender com o que contrariar a nossa expectativa.
Tenhamos boa vontade com a nova semana e um sentimento de profunda gratidão à vida.
Um abraço

Zingador disse...

É meu caro, a chuva precisa cair mesmo, para lavar os humanos todos, deixá-los mais dignos, mais humanos, menos religiosos, e com mais amor no coração.
abraço

disse...

Oi JR, tudo bem?
Tem um meme pra vc responder! :)
Lógico, se quiser! Abração!

http://dissipandooestress.blogspot.com/2009/01/meme-sete-pecados.html

Menino-Homem disse...

você é fera... reflete como o sol!

Olavo disse...

Bela maneira de se expressar com esta sujeira de interesses dos mais poderosos..chamada Guerra
abraços

Lizzie disse...

Triste, muito triste constatar que o mundo chega a 'bancar' uma odiosa guerra fratricida. Pra quê? Eu não sei explicar o quanto é triste explicar toda essa situação. Aliás, postei sobre isso no blog, hoje.

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

aurora disse...

que chuva de tormentas
torrenciais depredando o mundod e cada um...bonita poesia, se a chuva caía pra renascer o dia...