26 de junho de 2008

Choro contido

Ela chora de saudade do amor perdido
Chora porque o que era um sonho deslumbrante
Sonho tão belo e querido
Perdeu-se e já não é mais um romance.

Romance nunca foi mas quem disse
Que ela queria acreditar que não era
Não ouvia a quem lhe prevenisse
Estava tão apaixonada e cega.

Mas agora o seu mundo é menor
Seus olhos vermelhos, tantas lágrimas
Prefere a reclusão, quer ficar só
E não lembrar ou pensar em nada.

Esfrega as mãos no chão
Corre a vista pela parede enfeitada de retratos
E sabe que aquela confusão
No fundo poderia ter evitado.

Mas não se importa por ter, pelo menos, tentado
Ela sabe que um dia esquecerá aquele caso
E sorri como se nada tivesse acontecido
Enquanto esse dia não chega ela abafava os gemidos
E prefere manter-se num choro contido.

8 comentários:

Bill Stein Husenbar disse...

Gostei muito.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

ChiKatoKiKa    disse...

Mais uma belo poema feito pelo meu querido amigo Zé!

Continua assim...

beijos
Me

José Rodrigues (JR.) disse...

GARIMPANDO NOVOS BLOGS: apesar de rapidamente, visitei e, por isso, recomendo os seguintes espaços:

1. Blog do deva prapat..jorge miguez http://nabocarradamadrugada.blogspot.com/

2. Blog da Marielen Mauer http://maryameliemauer.blogspot.com/

1. Blog da Aimée http://meserya.blogspot.com/

2. Blog da Cinthia http://cinthiapaes.blogspot.com/

3. Blog do Vítor Oliveira Jorge http://trans-ferir.blogspot.com/

4. Blog da Gerlane Melo http://calidoscopiopoetico.blogspot.com/

5. Blog do Douglas D. http://vomitandoimagens.blogspot.com/

Li Melo disse...

Oi José cá estou fazendo-lhe uma visitinha, gostei da proposta, eu aceito, é muito bom encontrar pessoas que falam a nossa língua. A poesia faz parte das nossas vidas. É algo tão bom que temos mais é que divulgar. Obrigada por me visitar. Já podemos então colocar os nossos links nos respectivos blogs.
A propósito lindo poema!

Cinthia Paes disse...

Olá, José! Como você sugeriu, vim aqui conferir seu espaço. Parabéns por suas poesias. Fico feliz cada vez que encontro pessoas como você, que vêem na literatura não só palavras mas também um meio de viver, de sentir. Afinal, como você mesmo disse, as palavras são um apenas um caminho para podermos expressar aquilo que sentimos.
Obrigada pela visita. Sempre que puder, passarei aqui e deixarei meu comentário.

Anônimo disse...

Gosto do seu dizer livre, a queixa solta e o transbordar. Não desista, mesmo que a poesia - essa danada - insista em largar seu coração. Beijocas e foi um prazer grande.
Carmosina

Adriana Costa disse...

José Rodrigues, teu blog é sensacional! Parabéns pelos maravilhosos poemas!
Abrç

Poesia! disse...

Boa noite!

sou adm. do blog "O Fogo Anda Comigo"
(thefirewalkswithme.blogspot.com)
o blog tem como idealização um SARAU AMPLIFICADO!
onde recebemos e publicamos poesias!
gostariamos de contar com seu apoio no projeto.
seja com poesias ou divulgação!
contato por e-mail: ofogoandacomigo@yahoo.com.br
OBRIGADO!