20 de janeiro de 2008

O retorno de Clarice (Parte II)

*Este texto é a continuação de: “O retorno de Clarice (Parte I)” publicado no dia 11 de janeiro de 2008.

Ainda estava escuro quando acordei e senti que, mesmo se tentasse, não conseguiria voltar a dormir. Olhei para o relógio e ele marcava quatro horas da manhã. Os movimentos de seus ponteiros conseguiram me hipnotizar durante algum tempo; minha atenção estava toda naquela sincronia exata, perfeita e na possibilidade de me encontrar com Clarice o quanto antes. Tal desejo me perseguiu durante aquelas duas semanas em que Clarice estava na casa de seus pais novamente. Inquietava-me saber que ela estava tão perto e, ao mesmo tempo, tão longe de mim e de que a distância que nos separava, não podia ser medida com as escalas convencionais; éramos de mundos completamente diferentes, mas, mesmo assim, eu era o seu refém e ela, mal sabia de seu poder sobre mim.
Como uma resposta à insônia que me castigava paulatinamente por não ter coragem de dar asas a meus desejos, comecei a escrever. A princípio não tinha um tema ou algo que fosse digno de meus escritos; só o que fiz foram tentativas vãs e sem sucesso. Gostava de ficar quebrando a ponta do lápis contra o papel e assim foi durante algum tempo até que o sono voltou e pude abrir mão desse curioso, porém, eficaz, dispositivo.
Como não conseguia pensar como eu poderia me encontrar com Clarice, comecei a escrever cartas. Eram para ela, é claro, mas eu nunca as entregava; a gaveta de minha escrivaninha era o seu destino imediato. Escrevia, talvez, para falar dela comigo mesmo; para tentar sufocar a angústia nascente que sempre brotava em meu peito quando pensava nela; para não me deixar remoer pelo remorso de não a ter em meus braços; para alimentar algum prazer escuso que se saciava com esta situação; enfim, escrevia, mesmo podendo atravessar a rua e encontrá-la sozinha, desprotegida, a regar as flores de sua mãe ou varrendo as folhas secas que pousavam caprichosamente em frente a calçada de sua casa. Um dia respirei fundo e consegui chagar até a porta, de meu quarto. Todavia, quase três semanas... e eu apenas suspirava.
Continua...
Texto dedicado as amigas Claudya do Blog Memories e Pripa Pontes do Blog Amador pelos prêmios conferidos ao Experimentando Versos.

6 comentários:

Claudya disse...

José Rodrigues, adorei todo o conto! Obrigada pela dedicação! Muitos beijos prá você.

Pripa Pontes disse...

Não havia ainda lido o conto pois havia sido iniciado em data anterior a minha primeira visita a esse encantador espaço, mas hoje pude me render a leitura prazeirosa de tal conto. Palavras muito bem escritas deixando perguntas e sentimentos no ar e me fazendo ansiar pela continuação.
Obrigada pela dedicação!


Bjos.

Carol Mendes disse...

José Rodrigues, apenas mais uma visitinha.
Gosto muito do seu blog, andei visitando sem deixar comentários, mas jurei que a partir desta semana corrigirei esta falha, porque acho importante opinar.
Indiquei-o à um prêmio, se quiser verificar no meu blog es-histórias = http://buscaavancada.blogspot.com, você poderá expor o prêmio recebido se quiser e poderá indicar 5 blogs favoritos.
Abraços e boa sorte.

Carol Mendes disse...

Olá José, só passei pra te dar aquela dica que pediu, que diga-se de passagem recebi do Carlos Lima do LEIA-ME (http://carlaolima.blogspot.com. Visite o Cooltext em http://cooltext.com/ - neste site é possível criar banners, botões e logotipos personalizados, para divulgar seu site/blog, ou até criar avatares para utilizar no seu IM preferido. Éle é muito fácil de usar, basta escolher o modelo que queres e seguir as instruções.
Boa sorte e obrigada por me incluir.

Me disse...

ola ze!
pois da pa ver que comecei a escrever lol agora a continuaçao é que não sei não. Acho que tenho de acordar novamente com inspiração. TAlvez lá para o final da semana.
*bjnhos

Mazinha disse...

Oieee Joseee tdo bemm?
Entaoo ée eu fico testando os templates tbbb ..... ate achar um com a minha cara .... mais ainda nao achei um perfeito pra falar a verdade .... entao meu perfil ? eu achei um texto e modifiquei algumas coisas ... nao foi dificel achar nao ... mais eu modifiquei algumas coisas nele ... hehehehehehe
Ahh fiquei feliz tambem de ter conseguido colocar minha fotinha no meu blog ... =) ficou mais minha cara! heheheheheh
bom ta legal esse post seu ai ...
beijosss e uma otima semana!