26 de janeiro de 2008

E bailar e bailar

Quando a música toca alta
No radinho velho de pilha
Ela dança desbaratada
E se esquece da vida.

Mas nada que mereça
Ser tão lembrado
A não ser os cantos ecoando em sua cabeça
E os requebros e rebolados.

Acaba a energia
E ela tira som das panelas vazias
E explode de alegria
Cantando, dançando.

Num vai e vem eterno
Ela se deixa levar pelo movimento
Sonha com um amor sincero e um caso sério
Pensa na maternidade e no casamento.

E quando a hora chegar
Ela sabe não vai aquentar
Mas quando a música tocar
Ela vai rodar, girar, bailar e bailar.

Dedicado as duas amigas e dançarinas Tatiana Barros e Tânia Duarte que leram e se identificaram com a poesia . Ambas vivem a bailar...

9 comentários:

Me disse...

Olha...tu vais pensar que te estou a dar gracha. Mas a verdade é que este poema que tu escreveste é a minha cara. Pareço eu tal e qual xD
Eu quando danço esqueço-me da mundo, da vida, das pessoas de tudo. Só que a mim nunca me acaba a energia :P
Quando me perco nos meus movimentos é quando começo a sonhar. E com o sonho vem, maioritarriamente, as coisas boas da vida. E sei que quando acordar deste sonho vai estar tudo na mesma. Mas sonhar é tao bom...
*bjs

Anderson de Oliveira disse...

Olá companheiro de letras!

Você tem razão... preciso realmente saber mais e tomar cuidado com a questão dos direitos autorais... ei e eu tow querendo umas dicas sobre isso. Se você puder me ajudar, vou aceitar com certeza. :)

Venho também fazer algo que possivelmente vai tornar-se uma rotina... elogiar o seu ótimo trabalho, parceiro! Eu me identifico poeticamente e pessoalmente com suas letras, é realmente muito boa a sua visão do cotidiano...


Abraços de um colega de profissão e fé...

Anderson de Oliveira

Mazinha disse...

Oiee Bom dia .. muito legal essa poesia hem .. musica é tudo seja onde ela estiver tocando .... =)
Depois da uma passadinha la no meu ... Beijos e uma otima semana ...

Me disse...

obrigada pela dedicatória :D nao preiso de dizer mais ois tu sabes o que eu penso :)
bjs*

fabmorsan disse...

Grande JR!!
Belo poema exaltando a felicidade que acompanha a bela música! Parabéns!
Fabiano Moraes dos Santos!

Lac disse...

Jr. Voce sabe fazer as palavras dan�arem ao som do silencioso momento po�tico !!!
Obrigada pelas belas palavras dedicadas � minha poesia.
Bj.

Lac disse...

dancarem ,poetico
a minha poesia


Houve uma falha nessas palavras no comentario.

Van disse...

Oi, José...
Retribuindo a visita e o comentário lá no VAN Filosofia!

Tua poesia também é deliciosa de se ler!
Vou linkar o blog pra não perder de vista.

Virei sempre dançar e bailar e rodar nas tuas palavras.
Adorei.

Beijucas

samantha disse...

Samantha Barros
Este poema é simplesmente lindo!
Me remeteu a infância, aos sonhos de menina, ele tem vivacidade, leveza...


Bjs, 28 de janeiro